TIME IS A FICKLE THING

Até o início do século XX a maioria dos físicos e filósofos pensava que o tempo era universal, um ritmo estacionário no qual o universo marchava, sem nunca variar, fraquejar ou parar. Einstein mostrou que o universo é mais como uma grande festa polirrítmica.134

O tempo pode desacelerar, distender ou se rasgar. Quando sentimos a força da gravidade, estamos sentindo a improvisação rítmica do tempo; objetos em queda são dragados para lugares onde o tempo passa mais lentamente. O tempo não só afeta o que a matéria faz, mas também responde ao que a matéria está fazendo, como bateristas e dançarinos que atiçam uns aos outros em um frenesi rítmico.135

Na noite estrelada de São João a música que embalaria a dança do tempo através do universo seria uma melodia de Hermeto Pascoal cantarolada por Camille Bertault136, porque expressa exatamente os meus sentimentos hoje.

Comecei a divagar sobre o tempo porque perdi meu cachorro, ele estava com um problema no coração e não resistiu aos estouros dos fogos juninos. Não gostaria de lamentar a sua morte, mas sinto que o tempo voou nestes curtos momentos da vida que passamos juntos. Apenas é bastante deprimente que uma tradição continue governando a vida dos sujeitos apesar de todas as demonstrações de carinho e fidelidade dos cães. Parece que quando a questão é disciplina as pessoas restam docemente subjugadas: é preciso comer canjica, pular a fogueira, dançar quadrilha, comprar umas botas, ir para o show de forró, e assim controla-se o corpo e a mente de quem não deveria ser tão carente de aprovação.

E o que tenho aprendido com os cachorros é a me divertir, por isso não posso chorar, tantas brincadeiras envolvem em um sorriso que agora é para mim uma forma de ser para si. Ser para si é uma promessa da sociologia, da psicologia, da neurociência, da bioquímica, mas apenas através da convivência com os cachorros encontrei um caminho de autonomia e não de maior sujeição.

Quando teclo as letras aparecem na tela – dois eventos adjacentes no tempo estão inseparavelmente ligados, mas dois objetos adjacentes no espaço – o teclado e um post-it com alguma anotação – podem não ter relação um com o outro. O tempo pode determinar que eventos aconteçam em uma sequência de causa e efeito, mas o tempo também é algo inconstante, que pode mudar rapidamente e sem aviso. E enquanto escrevo no computador espero ver meu cachorro se enroscando nas minhas pernas para brincar, time is a fickle thing.

 

134 O tempo pode acabar? texto publicado pela revista Scientific American Brasil disponível no site http://sciam.uol.com.br/o-tempo-pode-acabar/ acesso em 2019.

135 Idem.

136 Disponível em https://youtu.be/gJ76xbFWY90 acesso em 2019.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s