SCIENCE WARS

O espaço cósmico, as esferas celestes, já não diz respeito a ninguém, nem mesmo aos astronautas. O funcionamento supostamente ordenado e harmonioso do universo diz respeito, agora, apenas ao mundo enquanto objeto alheio ao homem, espaço neutro, uma aspiração, vago sonho, a Terra é azul. O herói renascentista abria caminho no mundo com suas próprias mãos, o acesso ao universo, hoje, é só uma questão de apertar botões: o que aciona o aparelho de TV, totem ecumênico da aldeia global, o que despacha e põe em órbita a espaçonave, o que abre a escotilha para que o astronauta flutue no espaço vazio, enquanto a Terra, azul, segue o seu lento giro.137

Desde o surgimento do Bitcoin no cenário econômico questiona-se sobre a possibilidade de realizar com mais facilidade o crime de lavagem de dinheiro. Muitos criminosos utilizam as criptomoedas porque confiam que transações desse tipo não podem ser rastreadas – o que é uma suposição comum, mas errada. Na verdade, não é relativamente fácil para as autoridades rastrear e relacionar diferentes transações feitas com bitcoin para identificar o usuário responsável, mas não é impossível.

Para tentar permanecer no anonimato, os cybercriminosos se aproveitam de vulnerabilidades e utilizam serviços como tumblers, para misturar e dividir os recursos em vários locais diferentes e depois reuni-los em uma única carteira virtual hospedada na deep web ou se prevalecem de plataformas de transação ainda não regulamentadas – como as que não possuem mecanismos de verificação de identidade – isso pode ser feito simplesmente movimentando os recursos ao longo do tempo em várias agências virtuais diferentes.

Certo é que esses procedimentos, mais uma vez, não são à prova de rastreamento, mas dependem muito também da tecnologia de monitoramento utilizada pelas plataformas onde ocorrem as transações. Tais plataformas desempenham um papel cada vez mais importante hoje pois a tendência é que mesmo as transações bancárias venham a ser registradas em plataformas como Ripple ou Stellar que exploram o receio dos bancos e de grandes empresas de perderem o controle sobre o fluxo de dinheiro de outras pessoas, assim como eles perderam o controle sobre o fluxo de informações.

O homem vê-se divorciado de um mundo que ele próprio engendrou, vê-se ilhado em sua consciência, cindido, oscilante, quer no espaço restrito da individualidade, quer no espaço mais amplo do ser coletivo. Por isso, hoje: um cosmonauta a girar em volta da Terra, outro a pisar na Lua, uma nave em direção ao Sol, outra no rumo de Júpiter, enquanto Hiroshima e Vietnã, Biafra e Afeganistão, Sarajevo e o Oriente Médio e o Timor Leste ensombrecem de miséria e morte.138

 

137 O Desconcerto do Mundo do Renascimento ao Surrealismo de Carlos Felipe Moisés, editora Escrituras, coleção Ensaios Transversais, 2001.

138 Idem.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s